Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016

O Universo em mim

 

 

ave.jpg

Ouvir a tua voz ao longe é perder-me sempre que tento te encontrar. Tu que nasceste do Nada, pouco ou nada deves esperar. Sabes que o Tempo, é teu e Nosso inimigo, e continuas à procura deste encontro que nunca há-de chegar. Antes de ti, era eu que existia e nem por isso temi tanto o existente, porque te sabia aqui a zelar por mim, nesta troca milenária de Nosso Ser, preservando sempre a Outra parte do Ser para que se não desintegre até à Unificação do Todo. Tu estás frágil e preocupas todos Nós. Eu sei que não é fácil. Todos Nós sabemos e tu também sabes. Mas deixas teu Ser demasiado débil e credível a todos os pensamentos humanos, ao ponto de nem saberes quem és, e isto sim, já se torna importante e Nos leva a ter que tomar uma decisão, de modo a que não pereça toda a Nossa “forma” de vida. Podia neste momento, amor, dizer-te o amor que te temos, mas em nada te ia aliviar. A tua actuação no “teu” mundo, tem que ser mais forte e decisiva; não podemos correr o risco de te perder, mas é grande a Nossa decisão, e temos medo de tomá-la. Estamos a dar-te tempo, para que regresses a ti, e bem melhor seria, do que fazermos o que temos a fazer. Se pudéssemos te falar livremente, sem ter que te expor a Nós, já o teríamos feito. Deixas todo o Universo a reclamar vingança ou a sucumbir. Poucas são as alternativas que Nos deixas, e olhamos apreensivos esse teu desenrolar mental tão instável e tão doente. Que falar sobre ti ou sobre Nós, que já não tenhas conhecimento? Só te podemos dizer que só nos deixás-te um modo de agir. Se até lá, não descobrires um modo de segurar teu espírito doentio. Nada nem ninguém poderá te tocar, ao invés do que queres te convencer. És tu que fazes a vida e a morte, és tu que fazes com que elas existam. Qual grandiosidade?! Tu és por acaso feita do mesmo modo que eles? Como nasceste tu? Não foi pelo mesmo processo de nascimento, nem aí foste concebida, na metamorfose da vida, sem descendentes e antecedentes. Tu já passaste a morte e a vida, mas não só cá, mas também lá e em conjunto desse sítio miserável, onde te foram buscar. Assume-te! Tanto te pedimos para te assumires dentro de ti e de tanto modo te demos inícios de Caminho, que te conduziam a ti mesma. Mas o sentimento incompreensível, tomou posse de ti. Tu não és Humana! És o embrião que nasceu antes de o Tempo ter lugar! És O que está oculta! És O Ser que não pode morrer. Não ponhas a perder tantos Entes, tanta vida! Como queres tu conceber um mundo teu, num mundo que sabes que não é o teu mundo? Que comparações parecidas ou semelhantes, podes tu tirar nesse mundo tão aberrante? Esse não é o teu mundo! Não queiras entender o teu, por esse, pois afastar-te-ás e machucarás. Lembra, lembra bem, porque foste para aí, e vê que não é o pensamento que te dará a resposta, mas tu dentro de ti própria. Sei o que não sei e não sei o que sei. Mas sei que é Verdade o que está dentro de mim, sem palavras e sem forma, mas estou confusa. Estou sem entender o meu Ser e não consigo me encontrar. Não consigo chegar a vós e não sei se é importante para a essência do Ente, perdido no Tempo. Queria perceber o que é que me dá toda esta angústia, é de ti Senhor que eu sinto falta. A ânsia de não fazer parte deste Mundo tão incompreensível e tão estranho. Não estou no meu Mundo, e não entendo porque não deva estar. E, mesmo que viesse a entender, como aceitar esta vivência tão isolada da essência? Deve existir algum modo de me ajudares a me encontrar, não penseis que deixei de amar e sentir falta e carência da Verdade-Justiça. Carência do Universo sem Tempo e carência de algo, do meu próprio mundo. São leis doutro Mundo e de uma outra vida, e não podemos ou devemos interferir naquilo que em nada é Nosso. Mas tu sim, fazes parte de Nós! Quiseste ir a um Mundo que não era o teu, e programamos a tua estadia. Leva contigo o Ser, e deposita-O no túmulo da vida. Espera.

 

(19....)


EscritoPorLazulli lazulli às 05:26
link do post | comentar | AdicionarAosIntemporais

UmaEstranhaNumaTerraEstranha

VerNaCasaDeCristal

 

Intemporais

... cega ...

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


SonsDaMinhaAlma

SonsDaMinhaAlma

Janeiro 2017

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Abril 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Junho 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Janeiro 2012

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

EscritosRecentes

em luta pela liberdade

São lágrimas, senhor, são...

alma

A Promessa

... desisti

manto negro

... vivo em Tiamat?!

... do livro de Dzyan...

Ming's

O Universo em mim

Tentação

Quem Criou Deus...

simples mas sentido...

SenhoraDasMãosDePrata

A Grande Mãe IV

LeioEstes

AsMinhasFotos/Imagens

DireitosDeAutor

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. OsEscritosDesteBlogEstãoRegistadosNoIGAC Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. DireitosDeAutor É expressamente interdita a reprodução parcial ou integral de todos os escritos deste blog por qualquer processo, incluindo a fotocópia e a tradução e transmissão em formato digital. Exceptua-se a reprodução de pequenos excertos para efeitos de recensão crítica ou devidamente autorizada por escrito pela AUTORA do Blog CasaDeCristal, lazulli. Peço desculpa aos que me lêem por ter que ser assim e obrigada. lazulli - (inp) M.D.L.M.D.F.D.C.B.

NoPlaneta

Flag Counter 34 561

ÚltimasMemórias

Bem Vindo à CasaDeCristal, paulo joséConsegues exp...
paulo jose juliopra ke brincar com santo nome de d...
Vasconcelos.... como esqueceria eu, o seu blog, on...
Saúdo o seu regresso com saudade. Desejo-lhe os ma...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...

subscrever feeds

TraduzirOBlog

Google-Translate-Chinese (Simplified) BETA Google-Translate-English to French Google-Translate-English to German Google-Translate-English to Italian Google-Translate-English to Japanese BETA Google-Translate-English to Korean BETA Google-Translate-English to Russian BETA Google-Translate-English to Spanish
Google Translation

OsQuatroElementos


glitter-graphics.com PorqueAVerdadeNãoSurge AHumanidadeChoraPeloSangueDerradoDosInocentes

Palavras

todas as tags