CasaDeCristal, lazulli, eu, mary paz, humanidade escravizada, a grande mãe, 2006, 1990
Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2008

Selva Desconhecida

 

 

Aventurou-se

na densa Selva desconhecida

na busca da luz perdida

deixou-se conduzir pelo instinto

como qualquer animal

só animal

mas a Selva

revelou-se com muitos perigos

para os próprios animais

só animais

e

ela ia nessa condição

na condição de animal

só animal

a réstia de luz

fugia-lhe

em sua busca

tropeçou muito pelo caminho

machucou seus joelhos

magoou seus pés descalços

e

com o sangue vertido

sobre a terra seca

da Selva desconhecida

foi fermentando

os escassos e apertados caminhos

perdeu-se

na noite selvagem onde penetrou

olhos furtivos

espreitavam seus passos inseguros

no caminho mal traçado

mal iluminado

nem a lua

ali entrava

e

quando seus passos

inseguros

de animal só animal

a conduziam para lugar mais seguro

logo um rugido se ouvia

chorava

desprotegida

na selva habitada por animais

que não eram só animais

possantes

perigosos na sua diversidade

grandes

não descodificava o som de cada rugido

não os distinguia

quando a ameaça chegava aos seus ouvidos

não passava de

uma caminhante perdida

sem autorização para avançar

mas insistia

em continuar sem caminho

seu destino

em busca da luz

que a guiava

na Selva que não era dela

que tinha donos

sem pedir autorização

falta de humildade

a dela

enfurecia os verdadeiros

mas não legítimos donos da Selva

aqueles que não são

só animais

 

 

com o medo

de mais se magoar

e a terra da selva fertilizar

porque era sangue

o adubo

que acidentalmente vertia

chegou o medo

e com ele

o som do silêncio

quedou-se dentro de si

a escutar

um modo como regressar

mas, já se tinha perdido

de vez

sozinha

não tinha quem lhe indicasse o caminho

e a luz

não se vislumbrava

haviam luzes

mas não eram naturais

eram olhos

os olhos que tudo viam

que tudo guardavam

que tudo queriam

e

não sabendo como regressar

para onde ir

parou numa clareira de pedra cristalizada

ergueu o seu reduto feito de nada

e ali ficou

à espera

que ele imita luz suficiente

para lhe iluminar os caminhos da Selva invisível

e assim poder ver

por onde anda

sem ter que se

voltar a magoar.

até a luz

encontrar.

 

selvapantano.jpg

 não sei

eu, pessoal, poema, poemas, poesia

publicado por lazulli às 18:50

Terça-feira. 28 de Agosto de 2007

SintoMe: com "medo" da kaaba

EscritoPorLazulli lazulli às 13:19
link do post | comentar | Intemporal
SonsDaAlma:
De António a 10 de Dezembro de 2008 às 15:12
Olá, Maria:

Tenho sido injusto consigo. Aliás, tenho sido injusto com quase toda a gente, pelo menos com o sque me deixam sempre palavras saborosas no Às Escondidas. Penso que lá khe respondi que andava ocupado e um pouco doente, mas também um vazio corrosivo que estranhamente se instalara em mim, ignoro desde quando.

Muitas pessoas me disseram em tempo que se sentiam vazias. Gracejando um pouco com esta expressão apenas respondia "se te sentes vazio precisas de encher-te". Serei agora capaz de responder a mim próprio e preencher os meus espaços em branco assim como um caderno novo comprado há pouco tempo, em que ao olharmos invade-nos um desejo ávido de preenchê-lo e enchê-lo com textos e textos.

Como tem andado, Maria? Pelo seu poema parece que andou na altura em que foi escrito por selvas invisíveis (ou visíveis?), talvez perdida no acaso, talvez desperadamente à procura de ser encontrada por alguém ou algo que a iluminasse (perdoe-me a melancolia, mas foi assim que a vi - sem vê-la - que a imaginei)

Espero sinceramente que esteja tudo bem consigo e que sinta beber profundamente este delicioso e impecável céu azul.

Um enorme abraço

António


De lazulli a 10 de Dezembro de 2008 às 16:42
Não, António. Não me considero injustiçada pelo António. entendo perfeitamente, porque o meu eu está a ser "atacado" de muitos sintomas semelhantes aos do António.

Por isso fico a olhar para eles, enquanto passam.

Mas é sempre bom vê-lo aqui.

Tenho passado no Asescondidas, mas... aguardo que esta monotonia de que sou alvo, se apresse a ir embora, para ver se também posso pegar num caderno e deixar ali impresso o que sinto, até esgotar o papel ou até ficar completamente vazia.

Tá difícil, mas não porque existe uma Selva silenciosa e sim porque Existe o Natal e, deprime-me, não gosto, sei lá!

Portanto espero.

Obrigada por ter vindo

(lazulli)


FalarComAlma

...UmaEstranhaNumaTerraEstranha


... lazulli

... SonsD'Alma

. 6 seguidores

...VerNaCasaDeCristal

 

...Intemporais

... ... cega ...

...Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


...SonsDaMinhaAlma

...SonsDaMinhaAlma

... Dezembro 2017

... Setembro 2017

... Janeiro 2017

... Setembro 2016

... Agosto 2016

... Julho 2016

... Abril 2016

... Março 2016

... Janeiro 2016

... Dezembro 2015

... Junho 2013

... Dezembro 2012

... Outubro 2012

... Agosto 2012

... Julho 2012

... Junho 2012

... Maio 2012

... Janeiro 2012

... Abril 2010

... Março 2010

... Fevereiro 2010

... Novembro 2009

... Outubro 2009

... Setembro 2009

... Agosto 2009

... Julho 2009

... Março 2009

... Fevereiro 2009

... Janeiro 2009

... Dezembro 2008

... Novembro 2008

... Outubro 2008

...EscritosRecentes

... ... blog...

... cristal

... Quando a Natureza fala ma...

... ,,, bicéfala,,, a Serpent...

... em luta pela liberdade

... São lágrimas, senhor, são...

... alma

...LeioEstes

...AsMinhasFotos/Imagens

...DireitosDeAutor

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. OsEscritosDesteBlogEstãoRegistadosNoIGAC Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. DireitosDeAutor É expressamente interdita a reprodução parcial ou integral de todos os escritos deste blog por qualquer processo, incluindo a fotocópia e a tradução e transmissão em formato digital. Exceptua-se a reprodução de pequenos excertos para efeitos de recensão crítica ou devidamente autorizada por escrito pela AUTORA do Blog CasaDeCristal, lazulli. Peço desculpa aos que me lêem por ter que ser assim e obrigada. lazulli - (inp) M.D.L.M.D.F.D.C.B.

...NoPlaneta

Flag Counter 34 561

...ÚltimasMemórias

Bem Vindo à CasaDeCristal, paulo joséConsegues exp...
paulo jose juliopra ke brincar com santo nome de d...
Vasconcelos.... como esqueceria eu, o seu blog, on...
Saúdo o seu regresso com saudade. Desejo-lhe os ma...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
Claro que lembro (lembrei também quando escrevi is...
Cumprimentando-a, deixo-lhe o meu abraço solidário...

...TraduzirOBlog

Google-Translate-Chinese (Simplified) BETA Google-Translate-English to French Google-Translate-English to German Google-Translate-English to Italian Google-Translate-English to Japanese BETA Google-Translate-English to Korean BETA Google-Translate-English to Russian BETA Google-Translate-English to Spanish
Google Translation

...OsQuatroElementos


glitter-graphics.com PorqueAVerdadeNãoSurge AHumanidadeChoraPeloSangueDerradoDosInocentes

...Componente 6

EM MANUTENÇÃO

...tags

... todas as tags

...subscrever feeds

RSSPosts